CADEIRAS - MEMBROS TITULARES

TITULAR

Luiz Roberto Stigler Marczyk

 Luiz Roberto Stigler Marczyk nasceu no Alegrete, RS, em 7 de dezembro de 1945. Filho de Carlos Marczyk e de Elisa Stigler Marczyk, ambos médicos formados pela Faculdade de Medicina da UFRGS na turma de 1944; o pai, cirurgião geral, e a mãe, ginecologista e obstetra. É casado com a psicóloga Maria Teresa Fleiry Marczyk, com quem teve três filhos: Fabiane, radiologista, formada na Faculdade de Medicina da UFRGS em 1996; Camile, psicóloga clínica formada pela PUCRS em 2002; e Carlos Stanislaw, formado em medicina na UFRGS em 2005 e que fez residência em ortopedia e traumatologia na Santa Casa de São Paulo.

Luiz Marczyk formou-se em Medicina em 1969 pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Fez residência médica em ortopedia e traumatologia, de 1970 a 1973 no Hospital das Clínicas de São Paulo, da Universidade de São Paulo, USP. Foi auxiliar de ensino de 1974 a 1976, logo após terminar a residência, na própria Faculdade de Medicina de São Paulo, da Universidade de São Paulo. Nesta mesma Faculdade em que fez residência e iniciou-se na atividade docente, fez mestrado em ortopedia e traumatologia no ano de 1976. Foi o primeiro mestre formado pela Faculdade de Medicina de São Paulo na especialidade.  Enquanto continuava em São Paulo, também foi chefe de plantão do Pronto Socorro de Traumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, USP, de 1975 a 1976.

Ainda era residente em São Paulo, quando obteve o 1° lugar no primeiro exame brasileiro para título de especialista pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT). Este exame foi prestado em Belo Horizonte em 1973. Dos que passaram no exame para título de especialista da SBOT, ele foi o primeiro a fazer parte da banca examinadora como membro titular, posição em que continua até hoje. Também foi o primeiro dos examinados no exame para obtenção de título de especialista da SBOT que passou a fazer parte da Comissão Ensino e Treinamento da Sociedade, atividade que exerceu por quatro anos. Foi, após, para a Comissão de Educação Continuada, da mesma Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia em que chegou a ser vice-presidente.

Ao voltar para Porto Alegre, dedicou-se à vida acadêmica na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em que fez concursos e galgou postos. Logo chegou a professor do Departamento de Cirurgia da Universidade do Rio Grande do Sul, sem deixar de exercer cargos administrativos no mesmo. É professor titular de ortopedia e traumatologia da Faculdade de Medicina de Porto Alegre da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Sempre Desempenhou intensa atividade no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, em que foi chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do HCPA por mais de 15 anos. Embora tratando de todas as patologias, fez opção pelas de joelho e, sobretudo, pelas lesões ligamentares. Além do ensino na graduação e na pós-graduação, ele desempenhou muitas funções dentro do Departamento. Presidiu a Fundação Médica do Hospital de Clínicas e o Departamento de Ortopedia e Traumatologia da AMRIGS. É professor em curso de pós-graduação em Medicina do Esporte no Instituto Porto Alegre (IPA) e desenvolveu ação semelhante em Ribeirão Preto e em Itajubá. Foi por muito tempo diretor do Departamento Médico do Grêmio Futebol Porto-Alegrense, clube em que também ocupou outros cargos diretivos. Ele, gremista, e seu colega João Gomes, colorado, operaram muitos craques da dupla Gre-Nal, bem como muitos atletas de importantes centros esportivos.

O doutor Marczyk compareceu a muitos congressos no país e no exterior. Escreveu artigos, capítulos de livros, fez conferências, participou de mesas-redondas, simpósios e outras atividades. Recebeu homenagens e honrarias em diferentes lugares. Tornou-se Fellow Clinical Research em ortopedia e traumatologia pela Universidade de Toronto, Canadá, em 1978.

É Active International Member of the American Academy of Orthopaedic Surgeons, AAOS; Active Member of the International Society of Arthoscopy, Knee Surgery and Orthopaedic Sports Medicine; Member of the Société Internationale de Chirurgie Orthopédique et de Traumatologie, SICOT.

É membro do Conselho Consultivo da Fundação Médica do Rio Grande do Sul, do Corpo Editorial da Revista Brasileira de Ortopedia órgão oficial da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, do Corpo Editorial da Revista da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP),       do Corpo Editorial da Revista do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (UFRGS). Também é membro do Corpo Editorial da Revista da Faculdade de Medicina de Córdoba (Argentina).

É diretor científico do Serviço de Traumatologia do Sistema Hospitalar Mãe de Deus de Porto Alegre.  Foi presidente da Fundação Médica do Rio Grande do Sul.

É membro eleito do Conselho Diretor da Faculdade de Medicina da UFRGS e, também membro eleito do Conselho Diretor do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Foi fundador da Associação de Médicos Assistentes do HCPA, e foi seu presidente.

Foi fundador da Sociedade Brasileira de Artroscopia, tendo sido seu presidente. Também foi fundador da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho, bem como da Sociedade Brasileira da Cirurgia do Pé.

Tem intensa participação em eventos de medicina esportiva, no Brasil e no exterior, sendo considerado uma das maiores autoridades no assunto, sobretudo se envolve patologia de joelho.

Em 2010, o professor Marczyk assumiu a cadeira de número 6 da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina, que tem como patrono o doutor Augusto Duprat e que ficara vaga pelo falecimento do doutor Laviera Laurino, um dos membros fundadores da Academia.