CADEIRAS - MEMBROS TITULARES

TITULAR

Ivo Abrahão Nesralla

Ivo Abrahão Nesralla nasceu em Porto Alegre, em 18 de agosto de 1938, filho de Abrahão José Nesralla e Nazime Nesralla. Cursou o primário e o secundário no Colégio Nossa Senhora do Rosário em Porto Alegre, de 1945 a 1956. Colou grau em medicina pela UFRGS, em 1962, obtendo o título de doutor em medicina por defesa de tese.
Em 1960 e 1961, foi interno em cirurgia geral da Enfermaria 10 da Santa Casa de Misericórdia. Fundou e organizou atendimento médico nas vilas populares, que foi o primeiro serviço do gênero em nosso meio. Foi diretor da revista científica do Centro Acadêmico Sarmento Leite e freqüentou, durante o curso de graduação, dez cursos paralelos. Em janeiro de 1962,
como doutorando, foi convidado pelo Prof. Cid Nogueira a compor a primeira equipe de cirurgia torácica e cardiovascular a atuar na UFRGS.
Tem pós-graduação em cirurgia cardiovascular em São Paulo (1967-1968) no Instituto Dante Pazzanese de cardiologia, sob orientação do prof. Adib Jatene, e Pós-graduação na Universidade de Stanford (1962) na Califórnia, EUA. Em 1975, conquistou
o título de Livre Docente e Doutor em Ciências, mediante concursos públicos de provas e títulos (banca examinadora composta pelos doutores E. Zerbini, Adib Jatene e Jesse Teixeira). Ingressou na UFRGS como Auxiliar deEnsino (1965), Professor Assistente (1975), Professor Adjunto (1976) e Professor Titular por concurso público (1986) na disciplina de Cirurgia
Cardíaca, Departamento de Cirurgia.
Autor de 4 livros e 305 publicações em revistas nacionais e estrangeiras. Suas principais linhas de pesquisa são na área de cardiopatia congênita e transplante cardíaco. É professor do Curso de Pós-Graduação em Cardiologia da UFRGS e da Fundação Universitária de Cardiologia do Instituto de Cardiologia. Participou de 15 bancas examinadoras de concurso públicos em outras universidades brasileiras.
Doutor em medicina por defesa de tese (1962), intitulada Importância da Hipoglicemia na Etiologia da Acidose Metabólica Secundária e Transfusões Maciças de Sangue em Cirurgia. Doutor em ciências, obtido em concurso público de títulos em provas (1976), com a tese Preservação miocárdica durante o Clampeamento Aórtico em Cirurgia Cardíaca.
Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular nos anos de  1987, 1988 e 1989. Presidente da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos em 1989 e 1990. Um dos membros fundadores da Fundação Universitária de Cardiologia (1968) e Diretor-presidente desta fundação que administra o Instituto de Cardiologia desde 1993. Presidente
da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (1983-1991). Presidente do Porto Alegre Country Club (1989-1990).
Foi  presidente da Academia Sul-Riograndense de Medicina de 1997 a 1999.
Recebeu o título de cidadão emérito por serviços prestados à comunidade (1991) e a Ordem do Mérito Militar (1993). Pioneiro da retomada dos transplantes cardíacos no Brasil.